O que pode reprovar um aluno?

Em muitas escolas, todos os finais de ano os professores se reúnem em conselhos de classe para avaliar a situação individual dos alunos e levar em conta as notas, o comportamento, as presenças, o esforço e a participação dentro e fora da sala de aula.

É comum que, ao avaliar individualmente os casos, os professores não saibam o que considerar e como definir ganhos e perdas de pontos na disciplina. Como coordenador da escola, sua função também é orientar a avaliação e participar dela. Por isso, separamos alguns detalhes que podem mudar a situação do aluno ou mantê-lo com notas pendentes.

  • Faça um balanço do trabalho realizado na escola: Avalie o aluno, avalie o professor e avalie a escola como um todo. A escola deu o suporte que o aluno precisava para tirar suas dúvidas, corrigir seus erros nas provas e estudar mais? O professor foi presente em sala de aula, conversou com o aluno e chamou os pais para descobrir onde estava a falha? O aluno demonstrou interesse em aprender e estudar mais para aumentar suas notas em avaliações e trabalhos propostos?

  • Avalie o que esse aluno já sabe: As notas foram abaixo do esperado, mas o aluno possui alguns conhecimentos? É possível realizar outra prova, trabalho ou seminário que o aluno mostre sua capacidade?

  • Como esse aluno estava no início do ano? Ao longo dos bimestres, os professores notaram que o aluno demonstrou uma evolução nos conteúdos, no interesse e na participação dentro de sala? O aluno se envolveu nos projetos propostos, mostrou vontade ao realizar as atividades?

  • Avalie as maiores dificuldades do aluno: Caso o aluno tenha sua menção revisada e passe para o ano seguinte, ele terá condições de superar suas dificuldades nas matérias? Caso ele não siga para a próxima série, ficar mais um ano e rever todo o conteúdo de novo realmente o ajudará a superar essas dificuldades? O que é preciso corrigir?

É preciso avaliar todos esses pontos para tomar a decisão final. Muitas vezes, reprovar um aluno faz com que ele seja muito prejudicado, perca todo o interesse pela vida escolar e desista dos estudos. Além do mais, também é importante não deixar esses questionamentos apenas para o final do ano. A avaliação é um processo que dura o ano todo e o acompanhamento dos alunos deve ser feito a cada bimestre, ou quando for disponibilizado o boletim parcial.

 

Fonte:

http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/producoes_pde/artigo_marta_betanes_silva.pdf

https://novaescola.org.br/conteudo/3402/conselho-de-classe-o-que-avaliar-antes-de-reprovar-um-aluno

 

 

 

Blog
Slideshare
Boletim
Cadastre-se no site e receba novidades sobre a Editora.
Notícias | ver mais +