Teoria x Exercícios: onde está o equilíbrio?

Dentro de sala de aula, existem alunos que se identificam mais com as teorias e outros que têm mais afinidade com a prática. Seria apenas uma questão de preferências se o ensino fosse unificado  e apresentasse as duas vertentes, mas alguns professores sentem dificuldade em transitar pelos dois conhecimentos.

Isso ocorre porque, de acordo com uma pesquisa realizada para a Universidade Federal do Rio de Janeiro, o conhecimento técnico tem uma abordagem generalizada, explícita e adquirida por estudo e pesquisa, enquanto o conhecimento prático é intuitivo e implícito, gerado por experiências e procedimentos.

Para um aprendizado mais instruído e completo, os professores devem equilibrar tanto a prática quanto a teoria, conciliando ensino e pesquisa. Pesquisadores acreditam que o ensino precisa de pesquisa e atualização, assim como as pesquisas precisam de provas práticas que as motivem.

As pesquisas, apenas por conta das partes práticas, já levam a um aprendizado, pois identificam ou geram teorias para o nosso dia-a-dia. A teoria é o instrumento que fundamenta as práticas no ensino.
 
Nesse ponto, é papel do professor estimular a união e o interesse pelas duas vertentes do ensino para criar um conteúdo mais completo.

Como encontrar o equilíbrio:

  • aposte em aulas teóricas mais atrativas e com recursos multimídia

  • organize visitas a laboratórios práticos, sempre explicando as teorias relacionadas

  • faça analogias com filmes, séries, desenhos animados e outros elementos dos quais os alunos gostam

  • sempre peça feedback aos alunos

  • questione os alunos sobre as matérias aprendidas e o que foi mais relevante no conteúdo.


Com essas dicas e tendo sempre em mente a importância de unir os ensinos teóricos e práticos, os alunos aprenderão mais e com mais qualidade.

 
Blog
Google Plus
Slideshare
Boletim
Cadastre-se no site e receba novidades sobre a Editora.
Notícias | ver mais +